DÚVIDAS FREQUENTES​

Gás Natural

Qual a diferença entre o gás natural e o gás de cozinha (GLP)?
As composições dos combustíveis são bem diferentes. O gás natural (GN) é composto basicamente por metano. Por ser mais leve que o ar, dissipa-se com facilidade no ambiente em caso de vazamento, possui baixa inflamabilidade e também emite, em média, 20% menos CO2 na atmosfera, portanto, é mais limpo que outros combustíveis. Já o Gás Liquefeito de Petróleo (GLP), conhecido pelo botijão de gás, é composto principalmente pelos gases propano e butano. É mais pesado que o ar e altamente inflamável.
Como saber se há gás natural disponível na rua da minha casa, empresa ou comércio?
Acesse o site da GASMIG, informe sua rua e observe o mapa que surgiu. Se aparecer uma linha azul sobre a rua, já tem gás natural disponível. Caso ainda tenha dúvidas sobre a disponibilidade de gás natural na região que deseja consultar, entre em contato com o nosso Serviço de Atendimento ao Cliente (SAC) pelo telefone 117.

Segurança

O que fazer em caso de vazamento?
Em caso de vazamento, abra as janelas e mantenha o local ventilado. A GASMIG dispõe de um telefone de emergência gratuito, o 117, disponível 24 horas. Todos os cidadãos podem acionar a Companhia em caso de qualquer dano à rede, suspeita de vazamento de gás e outros incidentes.​​ Clique aqui e confira nossas dicas de segurança.
Como proceder em casos de obras/escavação em locais onde há rede de gás natural?

​A GASMIG conta com o programa “Escave com Segurança”, que dá apoio a qualquer cidadão, pessoa física ou jurídica, em obras externas e/ou internas, que ocasionem escavações em locais onde há redes de gás natural. Para acionar o acompanhamento das suas atividades de escavação, basta entrar em contato com a Companhia, pelo telefone 117, e fazer a solicitação, informando local, data e horário. Um profissional da área técnica da GASMIG será escalado para acompanhar e/ou orientar os trabalhos nas proximidades da rede de gás natural canalizado.​

Cliente

O que é o Portal GASMIG?

​O Portal GASMIG é um canal de serviços online para atendimento aos clientes da Companhia. Acesse o site da GASMIG, na parte superior da tela, clique em GASMIG Atende. O portal GASMIG Atende vai abrir e, no primeiro acesso, faça seu cadastro no ícone "Fazer Login" e decore sua senha para consultar todas as suas informações nos futuros acessos. Você também pode baixar o aplicativo GASMIG Atende para seu celular ou tablet.

Como fazer a troca de titularidade da conta de gás natural?

​O titular da conta deve entrar em contato com o SAC pelo telefone 117, com seus dados pessoais em mãos: endereço, CPF, RG, e-mail, telefone e número da instalação (está à esquerda da sua conta de gás, na parte superior).​

Como realizar o pagamento da fatura de gás natural?

Até a data do vencimento, sua fatura pode ser paga em qualquer banco. Depois de vencida, você deverá atualizar o boleto no endereço aqui para pagamento em qualquer banco. Caso o pagamento seja realizado após o vencimento, os encargos referentes ao atraso serão cobrados na próxima fatura.
Como emitir a segunda via da fatura de gás natural?

Você poderá acessar a segunda via da fatura de gás no GASMIG Atende ou por meio do SAC, pelo telefone 117. Uma vez em contato com o SAC efetue a confirmação de seu cadastro e mantenha um e-mail de contato. Para agilizar o atendimento, tenha os dados pessoais do titular da conta em mãos: endereço completo, incluindo o CEP, RG, CPF, e-mail, telefones de contato e número da instalação (está à esquerda da sua conta de gás, na parte superior).
Como corrigir ou alterar os dados na fatura de gás natural?

Entre em contato com o SAC pelo telefone 117, com os dados pessoais do titular da conta em mãos: endereço completo, incluindo o CEP, RG, CPF, e-mail, telefones de contato e número da instalação (está à esquerda da sua conta de gás, na parte superior).​

Quais são os impostos aplicados na fatura de gás natural?

O preço do Gás Natural distribuído pela GASMIG é composto por tarifa definida pela Secretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico (SEDE) e pela incidência dos impostos: PIS (alíquota de 1,65%), COFINS (7,60%) e ICMS (cerca de 12%), conforme a Resolução Sede n° 23 de 20 de setembro de 2011.

Como é feita a consulta de pendências financeiras?

Você pode verificar o seu histórico de pendências financeiras no GASMIG Atende ou por meio do SAC, pelo telefone 117. Acesse o site da GASMIG, na parte superior da tela, clique em GASMIG Atende. O portal GASMIG Atende vai abrir e, no primeiro acesso, faça seu cadastro no ícone "Fazer Login" e decore sua senha para consultar a todas as suas informações nos futuros acessos. Você também pode baixar o aplicativo GASMIG Atende para seu celular ou tablet.​​ Após login no aplicativo, você poderá acessar suas pendências através do “Segunda Via da Fatura”.

Como mudar a data de vencimento da fatura de gás natural?
Essa data é definida no momento da assinatura de seu contrato de adesão e pode ser alterada até uma vez por ano, conforme a Resolução Sede n° 23, de 20 de setembro de 2011, da Secretaria Estadual do Desenvolvimento Econômico (SEDE). Você poderá escolher entre as datas 01, 06, 11, 16, 21 e 26 de cada mês. Para efetuar a alteração de data, você poderá acessar o GASMIG Atende, através de "Mais Serviços", ou através do SAC pelo telefone 117.
Como é medido o consumo de gás natural canalizado?

O método utilizado para a medição do gás é o mesmo usado pela companhia de água. Há um medidor que calcula quanto de gás (volume medido em metros cúbicos) vem sendo gasto em sua casa/comércio mensalmente, além disso, também levamos em consideração a temperatura e a pressão sob a qual o gás é entregue ao cliente. Essas variáveis influenciam a medição do consumo apurado na sua residência. A leitura do seu medidor é feita por um profissional qualificado da GASMIG ou de empresa prestadora de serviços para a Companhia, que sempre está devidamente identificado. Posteriormente, uma fatura é gerada, demonstrando o valor devido, conforme o preço de cada metro cúbico.​

Residencial e Comercial

Tenho medição coletiva, posso ter individual?

Sim, dependendo da configuração da tubulação do gás já existente, há possibilidade de trocar a medição coletiva para a individual, sem necessidade de obras de grande valor. Mas antes de qualquer coisa, é preciso fazer uma avaliação técnica, que pode ser realizada por uma empresa especializada ou pela GASMIG. Normalmente, a decisão entre medição individual ou coletiva é feita com os prédios ainda na planta, pelas construtoras. Mas caso o condomínio, já habitado, tenha interesse em fazer instalações individuais para a medição do gás natural, é possível.​

Quais são as empresas prestadoras de serviços de teste e conversão de equipamentos homologadas pela GASMIG?

As empresas homologadas pela GASMIG estão listadas aqui no site.

Qual o prazo de garantia da conversão dos equipamentos?

​Após a conversão, você tem 90 dias de garantia para as questões relacionadas a dúvidas, reparos e manutenção dos equipamentos convertidos.​

Qual é o horário e prazo de trabalho da GASMIG para a construção da rede de distribuição de gás natural canalizado de rua?

​Normalmente, os trabalhos para a construção da rede de distribuição de gás natural canalizado de rua têm prazo curto. Ressaltamos que as atividades da GASMIG fazem parte da modernização da infraestrutura energética da cidade e seguem as normas dos órgãos reguladores, que determinam, além dos locais e dias para execução das obras, seus horários de realização.​

Como é feita a limpeza nos locais dos trabalhos?

​As equipes de serviços realizam a varrição da rua e a organização do local onde os trabalhos foram executados, após o término das atividades.​

Como a GASMIG recompõe o asfalto nos locais onde os trabalhos são realizados?

​As ruas têm o asfalto recomposto, nos locais onde são realizados os trabalhos e acontece após o término das obras da GASMIG na região, seguindo as diretrizes dos órgãos municipais e conforme o tipo de intervenção realizada na rua. A recomposição também acontece em acordo com outras concessionárias prestadoras de outros serviços.​

O que são testes de estanqueidade?

O teste de estanqueidade também é conhecido como teste pneumático e nada mais é do que testar a rede de distribuição de gás natural para saber se há algum vazamento ou qualquer outra anormalidade.

Durante o teste, usamos o gás nitrogênio, que não é inflamável. Portanto, se acontecer qualquer incidente durante o processo de teste (danificar o asfalto, por exemplo), não é preciso se assustar, pois reforçamos que o produto não é inflamável. Durante o teste também podemos ouvir alguns barulhos, várias vezes, eles são bem altos. Mas o procedimento é monitorado por equipe própria, com ajuda das terceirizadas, portanto, não há riscos à população. Se acontecer qualquer incidente, como danificação do asfalto, por exemplo, a GASMIG também faz o reparo.

Os testes são feitos, normalmente, depois que a rede é construída, mas antes de colocarmos gás natural dentro da tubulação, justamente para evitar qualquer acidente. Depois que há gás natural na tubulação, para consumo dos clientes, os testes só acontecem quando há manutenção na rede. Mas para isto, retiramos o gás natural e colocamos o nitrogênio (não inflamável) para garantir a segurança durante todo o procedimento.​

O fornecimento de gás natural será interrompido durante os testes?

Sim, quando há testes, seja após a construção da rede, sua manutenção ou reparo, o fornecimento de gás natural é interrompido. Em caso de interrupção de fornecimento do gás natural para testes da rede, os técnicos da GASMIG orientam a população em relação à interrupção e avisa previamente a data e o horário do procedimento.

O teste de estanqueidade da rede é um processo cauteloso, por isso, é necessário interromper o fornecimento de gás natural aos consumidores e, consequentemente, pode causar algum transtorno aos clientes. Mas ressaltamos que o objetivo da GASMIG é sempre preservar a segurança de todos, em todas as atividades que executa, e, também, realizar os procedimentos no menor prazo possível, minimizando os impactos à sociedade.​

Qual é o tempo para a realização dos testes da rede em um condomínio/comércio?

O tempo estimado para a realização do teste é de 1h por tubulação, caso não sejam verificados vazamentos na rede. Se o condomínio possuir várias tubulações, o teste é realizado em mais de uma ao mesmo tempo, para evitar atrasos. Mas ressaltamos que o procedimento realizado simultaneamente não prejudica a segurança e efetividade do teste.

A duração do teste também pode variar de acordo com a quantidade de apartamentos, de tubulações individualizadas, bem como das condições técnicas de cada condomínio/comércio.

No entanto, a GASMIG sempre faz o possível para que os testes sejam feitos de forma a garantir agilidade, mas claro, aliada à segurança. O teste é rápido, o que pode gerar algum atraso é a verificação de vazamentos na rede.

Se for encontrado algum vazamento na rede, os técnicos realizarão os seguintes passos:

1º descobrir em qual local está o vazamento;

2º sanar o problema.

Caso a correção imediata do vazamento não seja possível, os técnicos da GASMIG irão orientar os condôminos sobre quais medidas devem ser tomadas e entregarão um documento que comprove a condição da rede interna do condomínio.​

Qual o horário para o início dos testes de estanqueidade?

​Os testes, geralmente, são agendados para iniciar às 8h da manhã e a previsão máxima de encerramento é às 18h. Mas claro, as equipes tentam realizar as atividades com o máximo de agilidade, respeitando todos os limites para garantia da segurança. Em casos excepcionais, o horário pode ser agendado de acordo com a necessidade do cliente, exceto após às 18h e nos fins de semana. Os testes também não são agendados em feriados.​

Quanto tempo dura o teste?

A duração do teste depende muito do tamanho do condomínio.​

Temos um exemplo padrão para conseguirmos uma média de dias para realização do teste, de acordo com a quantidade de apartamentos. Mas este modelo não é fixo, ele pode ser alterado de acordo com a peculiaridade de cada condomínio, e serve para se ter uma ideia de tempo.

- Condomínios com até 25 apartamentos: preferencialmente, são agendados para realização dos testes em apenas um dia.

- Condomínios com 25 a 40 apartamentos: os testes podem ser agendados para dois dias, caso necessário.

- Condomínios com mais de 40 apartamentos: preferencialmente, agendar para dois dias.​

E se o teste for reprovado?

​Quando a equipe da GASMIG realiza o teste da rede e constata um vazamento na tubulação, mas não consegue identificar o local do problema, a primeira ação é informar o síndico ou responsável presente sobre o vazamento. Além disso, a equipe entrega um laudo detalhando o vazamento encontrado e um comunicado constando que o teste foi reprovado.​

Depois de realizado o teste, em quanto tempo acontecerá o fornecimento/ligação do gás natural?

​Após a realização dos testes, se não for reprovado, em até 60 dias, a GASMIG converterá o condomínio (rede, equipamentos, etc.) para o consumo do Gás Natural. Nesse período, os moradores continuarão consumindo o GLP (gás de botijão), até a conversão final.​

Quais são os dias e horários da conversão?

A etapa de conversão acontece de segunda a sexta-feira e começa sempre às 8h da manhã, com previsão de término às 18h. Este procedimento de conversão não pode ser agendado em feriados.

Por se tratar de um procedimento muito detalhado, que requer máxima atenção e tempo adequado para garantir a segurança, o horário deve respeitar o padrão citado acima (8h às 18h).​

O consumo de gás será interrompido para realização da conversão?

​Sim, inclusive para garantir a segurança de todos, durante a realização da conversão dos equipamentos, não pode haver consumo de gás, pois todas as válvulas devem ser fechadas. No dia de realização dos testes, os técnicos orientarão melhor os moradores em relação ao fechamento das válvulas que ficam dentro dos apartamentos. Contamos com o apoio de todos, visando ter um processo com segurança máxima e mínimo transtorno.​

Todos os apartamentos devem realizar a conversão ao mesmo tempo?

Sim. Quando um condomínio opta pelo uso do gás natural e assina o contrato com a GASMIG, chega o momento de troca do GLP (gás de botijão) para o gás natural canalizado de rua que fornecemos, ou seja, a conversão de GLP para gás natural. Para que a troca seja realizada com segurança, todas as válvulas (torneiras) do condomínio devem ser fechadas ao mesmo tempo. Por isso, há a necessidade da presença de pelo menos um responsável por cada apartamento, assim, os técnicos podem entrar em todas as residências e fechar cada torneira individual de gás, garantindo a segurança do procedimento.

Caso não seja possível a presença de algum morador do apartamento, é importante que o proprietário deixe um responsável, para que os técnicos possam realizar seus trabalhos de fechamento da válvula (torneira) interna de gás, localizada próxima ao fogão, para evitar avaria/danos aos equipamentos.

Se algum apartamento estiver sem um responsável presente, não será possível realizar a conversão e, consequentemente, também não é permitido consumir gás natural, porque nosso produto só pode ser utilizado em equipamentos próprios para recebê-lo. Nesse caso, o proprietário/morador do apartamento deverá entrar em contato com a GASMIG, pelo telefone 117, para agendar uma nova visita para realização da conversão dos equipamentos.​

No dia da conversão, já vão adaptar os equipamentos para o uso do gás natural?

​Sim. A conversão deixa os seus equipamentos aptos para o consumo do gás natural, portanto, no mesmo dia, você poderá utilizá-lo.​

Como agendar uma participação de um agente de vendas para uma apresentação em assembleia de condomínio?

​A GASMIG poderá enviar representantes da nossa equipe comercial à sua reunião de condomínio. Ligue para o 117, com pelo menos cinco (5) dias de antecedência, e informe local, data e horário em que a reunião será realizada, para que um agente comercial da GASMIG seja acionado e participe da sua assembleia.​

GNV

O que é GNV?

​​​GNV é a sigla para Gás Natural Veicular. O gás natural que usamos nos carros é o mesmo utilizado em residências, comércios, indústrias e termelétricas. Nos veículos, ele é aplicado sob alta pressão (200 a 220 bar) e armazenado em cilindros especiais (feitos de aço-carbono ou fibra de carbono). É um combustível alternativo, que pode ser instalado em qualquer veículo movido a gasolina, álcool, diesel ou flex, com carburador ou sistema de injeção eletrônica.

Todo veículo pode ser convertido?

Sim. Mas é importante avaliar todo o sistema original do carro, levá-lo a oficinas credenciadas, com profissionais qualificados, para que não haja problemas ou danos ao desempenho do veículo e até em relação à emissão de poluentes e perda de potência. Confira a lista de oficinas credenciadas no site da GASMIG.

Você também pode saber mais detalhes sobre a conversão no nosso site mesmo.

Como o gás natural é armazenado no veículo?

O gás natural é armazenado em cilindros de aço-carbono com 8 mm de espessura, sem emendas e soldas, muito resistente a choques e colisões. Isso porque o Gás Natural é muito leve, então, sua pressão de armazenamento deve estar entre 200 e 220 kgf/cm² dentro do cilindro. Esses cilindros são submetidos a rigorosos testes, estabelecidos por normas técnicas e aprovados por organismos de certificação de produtos do INMETRO. Geralmente, a instalação é feita no porta-malas do veículo. Dependendo do modelo do seu veículo, o cilindro pode ser instalado em outros locais.​

Quais são os benefícios do GNV?

O Gás Natural Veicular é um dos combustíveis mais seguros, mais limpos e menos tóxicos que existem. Além disso, o GNV é mais barato que os demais combustíveis.

Preço baixo e mais rendimento: o veículo que usa o combustível tradicional e o GNV simultaneamente, roda, em média, 200 km a mais que um carro que utiliza apenas o combustível original (álcool ou gasolina). Além disso, o GNV é mais barato que os demais combustíveis, por isso, rende mais (você consegue percorrer mais quilômetros com o gás natural: rende 25% a mais que a gasolina e 65% a mais que o etanol).

Menos poluição: a composição do GNV permite uma combustão mais completa, liberando pouquíssimos poluentes e ajudando a preservar o meio ambiente.

Menos manutenção: a combustão completa e limpa aumenta a vida útil do motor do veículo, o que diminui a necessidade de manutenção no carro.

Sem adulteração: o GNV abastecido em seu automóvel é 100% puro, sem o menor risco de adulteração.

Sem furto: diferente dos combustíveis líquidos, o GNV não pode ser furtado. Por estar em alta pressão, qualquer tentativa de retirada do GNV seria inviável.

Combustível seguro: o GNV é muito mais seguro do que os demais combustíveis automotivos. Durante o abastecimento, ele não tem contato com o ar, o que impossibilita a combustão espontânea. Em caso de vazamentos, o GNV rapidamente se dissipa na atmosfera, diminuindo o risco de explosões, porque é mais leve que o ar.
É seguro usar GNV?

Sim, desde que realizada a instalação adequada, é totalmente seguro. Por isso, reforçamos que com combustível não se brinca! É importante levar seu carro para conversão em locais credenciados e realizar as inspeções periódicas.

Se você garantiu todos os cuidados para a conversão do seu carro, é muito seguro usar o GNV, porque os cilindros de armazenamento são muito mais resistentes que botijões de gás de cozinha (GLP), tornando praticamente nula a chance de vazamento e explosões.

No caso remoto de um incidente acontecer, o GNV possui um cheiro forte (odorante artificial colocado obrigatoriamente no gás natural), que permite fácil identificação do vazamento. Além disso, o GNV se dispersa rapidamente no ar, excluindo o risco de explosão. O ponto de ignição também é superior ao da gasolina e do etanol, o que torna mais difícil a combustão acidental.​

GNV é mais limpo que os combustíveis líquidos?

Sim. O GNV é um combustível alternativo, mais econômico e sustentável. A queima do gás natural, medida no escapamento dos veículos, é mais completa e uniforme que a da gasolina, do etanol e do diesel, o que faz com que o veículo libere menos óxidos nitrosos, monóxido de carbono (CO) e dióxido de carbono (CO2).​

A redução de liberação do CO2, medida no escapamento dos veículos, é superior a 20% em relação aos demais combustíveis líquidos. Em relação aos demais poluentes a redução pode chegar a 96%, quando comparamos um veículo pesado diesel com um veículo pesado movido a GNV. Para isso, é essencial que haja uma instalação de qualidade e manutenção periódica do sistema de GNV ou a aquisição de um veículo já adaptado de fábrica.​​

Como converter seu veículo?

1. Você deve solicitar ao DETRAN-MG uma autorização para a alteração de combustível, antes da conversão.
Custo: R$ 0,00 (gratuito).

2. Após você ter feito a primeira etapa no DETRAN, leve seu veículo para conversão em uma oficina credenciada junto ao INMETRO. A lista de oficinas credenciadas está no site da GASMIG.
Custo médio: R$ 1.500,00 a R$ 2.300,00 – os kits 2ª e 3ª geração (veículos fabricados até 2007) ou de R$ 3.000,00 a 3.500,00 – os kit 5ª geração, com injeção eletrônica de gás natural, é o mais moderno que existe no mercado (veículos fabricados depois de 2007)

3. Depois de finalizada a conversão, leve seu carro convertido a um Organismo de Inspeção Acreditado (OIA), credenciado pelo INMETRO, portando os seguintes documentos: a autorização do DETRAN, a Nota Fiscal da realização do serviço de conversão, a Nota Fiscal do kit GNV, a Nota Fiscal do Cilindro e o Atestado de Qualidade do Instalador Registrado, para obter o Certificado de Segurança Veicular (CSV). Você pode ver a lista de OIAs no site do INMETRO.
Custo médio: R$ 170,00 a R$ 250,00.

4. Quando tiver o Certificado de Segurança Veicular (CSV) e as notas fiscais dos equipamentos instalados, você deverá reapresentar o seu veículo no DETRAN-MG para o registro da alteração do combustível.
Custo da Alteração de Dados: R$ 72,26.

IMPORTANTE: anualmente, o proprietário do veículo deverá apresentar ao DETRAN-MG um novo Certificado de Segurança Veicular (CSV), para fins de obtenção do licenciamento, conforme Portaria nº 203/02-INMETRO.

Onde abastecer com GNV?

Você pode conferir a lista com os postos que distribuem o GNV em Minas Gerais, no site da GASMIG.

Para saber onde abastecer em outros estados, acesse o site GASNET.

Onde inspecionar meu veículo convertido?

Você pode conferir a lista dos Organismos de Inspeção Acreditados (OIAs) no site do INMETRO.

E para fazer a inspeção do seu carro convertido no Organismo de Inspeção Acreditado (OIA), credenciado pelo INMETRO, você deve levar os seguintes documentos: a autorização do DETRAN, a Nota Fiscal da realização do serviço de conversão, a Nota Fiscal do kit GNV, a Nota Fiscal do Cilindro e o Atestado de Qualidade do Instalador Registrado, para obter o Certificado de Segurança Veicular (CSV).​

Onde realizar o reteste de cilindro?

Temos três (3) oficinas que oferecem o serviço de reteste dos cilindros de GNV homologadas pelo INMETRO:

Belo Horizonte

  • Auto Gás. (Auto Gás): R. Padre Leopoldo Mertens, 195   Bairro São Francisco (31) 3011-7222
  • Gasvec Convertedora de Veículos: Av. Cristiano Machado, 5368-A Bairro São Paulo (31) 3445-6007

Juiz de Fora

  • Gás GNV Convertedora (Top Gás): R. Barão de Ibertioga, 100 Mariano Procópio (32) 3215-8565

Lembramos que os cilindros de GNV têm uma vida útil que pode variar entre 15 e 20 anos, dependendo do fabricante. Entretanto, os cilindros de GNV devem ser testados de 5 em 5 (cinco) anos.​

Outros

Sobre o envio de currículos

​A GASMIG é uma empresa pública com administração indireta do Estado de Minas Gerais, consequentemente, só pode admitir empregados selecionados por meio de concurso público, que tem seu edital amplamente divulgado em jornais de grande circulação e na Imprensa Oficial de Minas Gerais.​

A GASMIG conta com programa de estágio?

​Sim. Para interessados em participar dos processos seletivos da GASMIG, envie seu currículo para rh-gasmig@gasmig.com.br

Como cadastrar fornecedores?
Companhia de Gás de Minas Gerais - Gasmig
Av. do Contorno, 6594/10º andar - Lourdes - Belo Horizonte - Minas Gerais - CEP 30.110-044